fbpx

Quais são as métricas de Facebook que realmente interessam?

Quais são as métricas de Facebook que realmente interessam?

Em muitas áreas do marketing, existe tendência para acreditar que mais é sempre sinónimo de melhor, mais eficaz e com melhores resultados. Mas será sempre assim?

É sempre bom gerar mais tráfego, obter mais visitantes e converter mais clientes, mas, o que devemos realmente perceber, é que tipo de tráfego estamos a gerar, que tipo de visitantes estamos a alcançar e como os estamos a converter.

O Facebook é, por excelência, um meio que pode ajudar a concretizar os objetivos de marketing digital, mas, para isso, é preciso compreender quais as métricas que devemos analisar e avaliar. Neste artigo, vamos olhar para as métricas de Facebook mais importantes para o crescimento de uma empresa.

A nossa experiência em redes sociais diz-nos que, na maioria nos casos, aquilo que está a ser medido ou analisado não é o que realmente importa, já que muitas empresas têm dificuldade em criar uma estratégia de Facebook e definir objetivos para a sua presença online, principalmente em redes sociais.

Quais são então as métricas que realmente importam medir?

Para começar: não baseie a sua análise apenas em número de seguidores, posts, fãs ou frequência de posts. São dados importantes, mas revelam apenas uma parte da sua presença em redes sociais.

Avinash Kaushik escreveu, em tempos, que estes dados são apenas o início da análise, uma vez que o que realmente importa é perceber como a sua audiência está a participar e a relacionar-se com os seus conteúdos (se conseguiu captar atenção, iniciar uma discussão ou fazer com que os seguidores partilhassem a sua página ou conteúdos).

Vamos então falar sobre engagement, amplificação, reconhecimento e valor económico.

1. Engagement

Este dado tem por base o número de reações (comentários, likes e partilhas) da sua audiência a uma publicação e mostra se o conteúdo está a acrescentar valor ou não. É importante criar conversas com os seus seguidores e oferecer-lhes conteúdos relevantes, em vez de falar apenas da sua marca/empresa.

2. Amplification Rate ou Amplificação

Quando uma publicação é partilhada está a ser amplificada. Todas as redes sociais permitem que os utilizadores partilhem conteúdos com os quais se identificam, por isso pense nesta métrica como o número de partilhas de uma publicação específica. Olhe também para os tipos de publicações e os temas que mais potenciam a partilha.

3. Applause Rate ou Reconhecimento

Já lá vai o tempo em que o Facebook permitia aos utilizadores fazerem apenas “gosto” ou “não gosto” a uma determinada publicação. Mesmo assim, é importante ter em conta qual a reação das pessoas aos seus conteúdos. Descubra se têm um sentimento positivo ou negativo sobre a sua marca/empresa e, se for necessário, crie um plano para melhorar esse sentimento.

4. Economic Value

Esta é, possivelmente, a métrica que gera maior desconforto, mas também aquela que nos permite validar e avaliar o ROI do Facebook. Este dado mostra, através da concretização de objetivos específicos, o valor que cada visita com origem no Facebook tem para o crescimento do seu negócio.

Olhe para estas quatro métricas regularmente para obter a equação perfeita e perceber como partilhar o conteúdo certo, para a audiência certa, no momento certo. Mantenha o seu foco, veja se está no caminho certo e quantifique o impacto das suas ações nos resultados obtidos.

Apesar de estas métricas serem transversais à maioria das plataformas de social media, é importante saber que cada uma tem as suas vantagens, desvantagens, objetivos e formas diferentes de os alcançar. Se precisar de ajuda para tornar a sua presença nas redes sociais mais eficaz e perceber se está a ter o melhor desempenho, fale connosco.


Faça download do nosso ebook e comece a usar o Facebook para atrair clientes.
Atrair clientes através Facebook

Subscrever blog



Descubra os erros mais comuns de SEO

Ebook SEO