fbpx

Se as suas landing pages não geram leads, não são landing pages!

Se as suas landing pages não geram leads, não são landing pages!

Sim, é verdade que existem muitas definições de landing pages, mas isso não quer dizer que tenhamos de concordar com todas. Para nós, existem dois tipos de landing pages: as que geram leads e as que geram leads!

Uma landing page é uma página autónoma de um website na qual um visitante “aterra” através de um CTA, blog post, pesquisa orgânica ou campanhas pagas (pay-per-click, display banners ou social media), que permite recolher informação sobre o visitante através de formulários. São páginas utilizadas em campanhas de marketing e que têm objetivos específicos de geração de leads.

“Uma landing page bem pensada, desenhada, escrita e desenvolvida pode atingir, em média, uma taxa de conversão de 20% em leads.”

Se procura uma forma de gerar leads, vender produtos ou serviços ou enriquecer a sua base-de-dados, as landing pages são a solução. O reflexo disso tem sido o aumento registado na sua pesquisa nos últimos anos:

Pesquisas digitais aumentam

Segundo Seth Godin, as landing pages devem causar uma das seguintes ações:

• Incentivar o utilizador/visitante ao click;

• Gerar compras de produtos ou serviços;

• Aumentar registos ou informação de contacto com permissão para campanhas de follow-up, seja através de email ou contacto telefónico;

• Envolver o utilizador e promover a partilha de determinado conteúdo;

• Disponibilizar o conteúdo necessário ao utilizador, promovendo a partilha de conhecimento e incentivando o seu feedback.

Quando as pessoas chegam a uma landing page, temos apenas alguns segundos para as convencer a trocarem alguns dos seus dados por um conteúdo, por isso é importante seguirmos alguma boas práticas, como:

• Definir um headline claro, incisivo e orientado à ação: explique ao visitante o que vai encontrar e como deve proceder para o encontrar. Como queremos resolver um possível problema do visitante, quanto mais simples e claro, melhor;

• Explicar a essência da oferta/conteúdo que disponibiliza e ser visualmente apelativo: de que forma vai beneficiar o dia-a-dia de um visitante? Utilize tópicos, “bolds” e sublinhados para dar ênfase ao seu copy;

• Remover a barra de navegação do website e links internos/externos: o objetivo é converter e não distrair um visitante;

• Conjugar o tamanho do formulário com o valor da oferta: se a oferta que disponibiliza é valiosa e representa um valor avultado, não se iniba de questionar o seu visitante. Quanto melhor conteúdo, mais facilidade na resposta;

• Colocar imagens e vídeos: tente sempre criar o melhor impacto, utilizando imagens ou vídeos que sustentem a sua oferta;

• Promover a partilha da oferta/conteúdo: de forma subtil, incentive à partilha. Quanto mais pessoas partilharem o conteúdo, maior será a probabilidade de obter mais visitantes.

A importância das landing pages é inquestionável e deve investir tempo na sua constante otimização. Para isso, é importante saber como criar landing pages que realmente convertam e perceber qual é o seu papel numa estratégia de inbound marketing. Se precisar de ajuda, pode falar connosco.


Faça download do nosso ebook e transforme o seu site numa máquina de gerar leads.Dicas geração leads inbound marketing

Subscrever blog



Descubra os erros mais comuns de SEO

Ebook SEO