fbpx

Email marketing: as 6 métricas mais importantes

Email marketing: as 6 métricas mais importantes

Se é um marketeer e vive dos resultados das suas campanhas, vai adorar os números do email marketing já que, segundo este estudo da DMA, este canal apresenta um ROI de… 3800%.

Se quer saber se o ROI das suas campanhas de email marketing se aproxima sequer destes valores, está na altura de olhar para estas 6 métricas e saber como interpretá-las:

1 – Click-through Rate (CTR)

O CTR é a percentagem de contactos de email que clicaram em um ou mais links de um determinado email. Para obter a taxa de CTR, deve dividir o número de cliques totais (ou únicos) pelo número de emails que foram entregues, multiplicando por 100. Ou seja: se teve 500 cliques em 10.000 emails entregues, o seu CTR é de 5%.

CTR

O Click-through Rate é uma das principais métricas do email marketing, uma vez que permite perceber o desempenho de cada email que envia. É por isso que muitas empresas fazem testes A/B com a sua lista de emails, de forma a perceberem o que funciona melhor.

2 – Conversion Rate ou Taxa de Conversão

A taxa de conversão é a percentagem de contactos que clicaram num determinado link do email e desempenharam uma ação específica, como download de um ebook ou preenchimento de um formulário. Para calcular esta taxa, deve dividir o número de contactos que desempenharam a ação desejada pelo número total de emails entregues, multiplicando por 100. Ou seja: se 400 pessoas completaram a ação e se 10.000 emails foram entregues, a sua taxa de conversão é de 4%.

taxa-conversao

Como a conversão está diretamente ligada a um CTA (call-to-action) colocado no seu email, e como este CTA deve representar aquilo que pretende obter com a sua estratégia de marketing, a taxa de conversão é uma das métricas mais importantes para perceber se está ou não a atingir os seus objetivos.

3 – Bounce Rate ou Taxa de Rejeição

A taxa de rejeição é a percentagem total de emails que enviou e que não foram entregues com sucesso, quer seja por a caixa de email estar cheia, por o endereço de email ser inválido ou por a conta estar desativada. Ou seja, é o número total de emails que foram rejeitados a dividir pelo número total de emails enviados, multiplicado por 100. Isto quer dizer que, se 75 dos 10.000 emails que enviou não foram entregues, a sua taxa de rejeição é de 0,75%.

bounce-rate

Existem dois tipos de rejeições:

Soft: podem ser provocadas por um problema temporário com um endereço de email válido, como a caixa de email cheia ou um erro no servidor. Pode acontecer que estes emails sejam entregues mais tarde.

Hard: ocorrem quando a conta de email de destino é inválida, foi cancelada ou não existe. Isso quer dizer que estes emails nunca serão entregues e que deve apagá-los das suas listas de destinatários, uma vez que os fornecedores de internet (ISP – Internet Service Providers) usam as taxas de rejeição para determinar a reputação dos emails. Ou seja, se tiver uma taxa de rejeição alta, os mails da sua empresa vão ser considerados spam.

4 – List Growth Rate ou Taxa de Crescimento da Lista de Emails

Como o próprio nome indica, a Taxa de Crescimento da Lista de Emails mostra se o seu número de contactos está ou não a aumentar. Para a calcular, deve subtrair o número de pessoas que cancelaram a subscrição da sua lista e de queixas de spam, pelo número de novos subscritores, dividindo pelo número total de endereços de email que tem na sua lista e multiplicando por 100. Ou seja: se tem 500 novos subscritores, menos 100 cancelamentos e queixas de spam, a dividir por 10.000 emails que fazem parte da lista, vezes 100, tem uma taxa de crescimento de 4%.

crescimento-emails

Além da taxa de conversão, a taxa de crescimento é uma das métricas que deve sempre acompanhar. O seu objetivo deve ser aumentar a sua lista de emails e conseguir chegar a cada vez mais pessoas, uma vez que, todos os anos, a sua lista vai decrescer cerca de 22%.

5 – Forwarding Rate ou Taxa de Partilha

A Taxa de Partilha mostra a percentagem de contactos que partilharam um conteúdo do seu email nas redes sociais ou que o encaminharam para outras pessoas. Para a calcular, deve dividir o número de cliques num botão de partilha/encaminhamento pelo número total de emails entregues, multiplicando por 100. Ou seja, se teve 100 cliques num botão de partilha/encaminhamento, a dividir por 10.000 emails entregues, vezes 100, a sua taxa de partilha é de 1%.

taxa-partilha

Apesar da maioria dos marketeers se focarem em outras métricas, a verdade é que a taxa de partilha é muito importante porque mostra-lhe se está a obter novos contactos. Ou seja, é importante ter conversão nos seus emails, mas também é importante conseguir chegar a mais pessoas, por isso deve incentivar os seus contactos a partilharem os seus conteúdos com outras pessoas. Descubra quais são os tipos de conteúdos que geram mais partilhas e use esse conhecimento nas suas próximas campanhas de email marketing.

6 – ROI Total

No fim, tudo se resume ao retorno total do investimento que fez nas suas campanhas de email marketing. Para calcular o ROI deve subtrair os custos investidos na campanha pelo valor gerado em vendas, dividir pelo valor investido e multiplicar por 100. Isso quer dizer que, se obteve 1000€ em vendas, menos 100€ investidos, a dividir pelos mesmos 100€, vezes 100, teve um ROI de 900%.

roi-email-marketing

Tal como qualquer outro canal, o email marketing dá-lhe muitas todas as métricas que precisa para saber se está a obter bons resultados, se precisa de fazer algumas alterações e para planear as suas próximas campanhas.

Descubra 20 boas razões para fazer email marketing.

Se precisar de ajuda para escolher a melhor ferramenta de email marketing e para criar conteúdos relevantes para os seus consumidores, fale connosco.


Faça download do nosso ebook e transforme o seu site numa máquina de gerar leads.Dicas geração leads inbound marketing

Subscrever blog



Descubra os erros mais comuns de SEO

Ebook SEO