WordPress vs HubSpot vs Joomla vs Drupal: Qual o melhor CMS para a sua empresa?

  • Latigid
  • Blog
  • WordPress vs HubSpot vs Joomla vs Drupal: Qual o melhor CMS para a sua empresa?
WordPress vs HubSpot vs Joomla vs Drupal: Qual o melhor CMS para a sua empresa?
06/06/2022 Miguel Costa Website

Quer construir um site para a sua empresa, mas não sabe que plataforma usar?

Para construir um site vai precisar de um CMS (Content Management System). Um CMS é uma plataforma que permite aos utilizadores criar e gerir um website sem precisar de saber código ou programação (pelo menos a maioria deles).

Com um CMS é possível criar, gerir, modificar e publicar conteúdo. É possível ainda personalizar o design e a funcionalidade do site através de extensões em vez de codificar.

Existem muitas opções de CMS disponíveis no mercado, para diferentes objetivos e budgets.

Neste artigo vamos comparar os prós e os contras de quatro dos CMS mais utilizados, para que possa fazer uma escolha mais informada relativamente ao CMS mais adequado para as suas necessidades.

WordPress

Prós:

  • Configuração inicial simples
    É relativamente fácil começar um site em WordPress. Durante todo o processo de configuração inicial, ao criar o seu site, é guiado passo a passo, desde dar um nome ao seu site, definir as cores, escolher um tema inicial e assim em diante.
    Em poucas horas consegue ter no ar um site muito simples com um esforço mínimo.

  • Milhares de temas e plugins
    O WordPress oferece um elevado número de temas e plugins gratuitos que pode utilizar no seu website. Para utilizar os temas não precisa de ser um designer profissional, basta escolher o tema e escolher as opções predefinidas e adicionar o seu conteúdo às páginas.
    No caso dos plugins, existem opções que cobrem as mais variadas necessidades, desde SEO a redes sociais.

  • SEO
    O WordPress em si já é uma plataforma bastante “amigável” para SEO. Muitos dos temas do WordPress também já são otimizados para os motores de pesquisa. Além disto, ainda pode instalar plugins para simplificar o processo de otimização de páginas individuais e de posts no blog.

Contras:

  • Vulnerabilidade do website
    Por ser o CMS mais popular, torna-se um alvo principal para ataques informáticos. Para além disto, a sua grande dependência de plugins desenvolvidos por terceiros aumenta também a chance de malwares passarem para as funcionalidades do seu website.

  • Atualizações constantes
    Para garantir que o seu site funciona corretamente deverá instalar vários temas e plugins, no entanto, estes tem de ser atualizados com frequência. Quantos mais plugins utilizar no seu site, mais problemas de compatibilidade terá de lidar.

  • Falta de suporte
    O Wordpress não tem uma equipa de suporte dedicada a solucionar problemas. Embora existam vários blogs e vídeos com excelentes tutoriais, ainda lhe vai caber a si, implementar as alterações necessárias, passo a passo.

  • Custo da personalização
    Apesar de ter acesso a muitos temas e plugins gratuitos, se quiser um website totalmente personalizado, irá ter um custo elevado. Os temas e plugins premium podem ser caros e para além disso se quiser fazer alterações mais extensas que o tema não cubra é necessário conhecimento de código e programação. Ou então pode optar por contratar um profissional, o que também acarreta um preço acrescido.

HubSpot

Prós:

  • Tudo num só lugar
    A maior vantagem de escolher o HubSpot relativamente a outros CMS é a possibilidade de ter todos os seus dados de marketing, vendas e atendimento ao cliente, numa só plataforma.
    Para negócios de pequena dimensão poderá não fazer sentido, no entanto se tiver de gerir centenas e até milhares de clientes, ter acesso a todas as informações e cruzá-las entre departamentos de marketing, vendas e atendimento ao cliente sem precisar de sincronizar informações com outro sistema irá facilitar bastante o trabalho da sua equipa.
    Por ter todas as informações num só lugar, consegue também criar relatórios extremamente completos e analisar os seus clientes desde a primeira vez que entraram no seu site até as últimas conversas com a sua equipa.
    Toda esta informação permite tomar decisões mais informadas e acertadas com base em dados reais.

  • Suporte
    Para além de uma comunidade bastante significativa e de uma “Knowledge Base” com soluções para as mais variadas dúvidas dos utilizadores, ao criar um site em HubSpot tem sempre alguém disponível para atender às suas questões 24/7, por telefone, email ou chat.

  • Geração de leads
    O HubSpot é extremamente útil na captura de leads, fornecendo CTA’s, landing pages, e formulários que podem ser incorporados em qualquer página do site, que permitem obter conversões mais facilmente.

Contras:

  • Contrato sem rescisão antes do tempo/sem reembolsos
    Após assinar um contrato do HubSpot não pode fazer rescisão antes do tempo nem pedir reembolsos. Independentemente de utilizar todas as funcionalidades, irá ser cobrado todo o custo do contrato até ao fim do mesmo.

  • Falta de testes A/B nos pacotes mais baratos
    O teste A/B é uma forma eficaz de determinar qual a melhor estratégia para melhorar o desempenho. É quando testa duas versões diferentes de algo para descobrir qual delas produz melhores resultados.
    Para ter acesso a esta ferramenta precisará de comprar o pacote “Profissional” que tem um custo de 740€ por mês.

  • Templates limitados para automação
    Grande parte da configuração da automação no HubSpot deve ser feita do zero.
    Embora existam alguns templates, estes cobrem configurações muito básicas, pelo que se o seu site requer algo um pouco mais complexo é necessário criar os seus próprios workflows.

Joomla

Prós:

  • É uma plataforma open source
    Os utilizadores podem modificar e distribuir livremente o código desta plataforma sem preocupações devido à sua natureza de open source. Ou seja, não há taxas de licenciamento envolvidas na partilha de informações. É uma plataforma orientada para a comunidade e não para o lucro.

  • Suporta o e-commerce
    Existem várias extensões disponíveis para o Joomla que dão suporte ao e-commerce.
    Isto significa que os utilizadores podem gerir tanto o conteúdo dos seus sites como o stock das suas lojas no mesmo local, em vez de utilizar várias plataformas para cada função.

  • Facilidade de edição
    A edição de conteúdos é extremamente fácil. Por exemplo, ao escrever artigos no blog, consegue editar a estrutura e todo o conteúdo do seu site nesta plataforma. A criação do site no Joomla nada requer o conhecimento de código.

  • Comunidade e suporte
    Por ser uma plataforma open source, há muitas ferramentas de suporte disponíveis para quem tiver dúvidas. Há também muitos tutoriais disponíveis para utilizadores iniciantes e um fórum de discussão bastante ativo.

Contras:

  • Poucos módulos adicionais
    O Joomla tem um mercado bastante limitado no que toca a adicionar módulos ao seu website. Para além de ser possível personalizar o seu site com bastante facilidade como já referimos acima, pode ser um pouco mais difícil encontrar algo específico que vá de encontro às suas necessidades e a como idealizou o seu website.

  • Plugins pagos
    Para utilizadores iniciantes na plataforma, é bastante comum comprarem plugins ou mesmo módulos sem perceberem que existem scripts gratuitos disponíveis para além dos pagos. Por vezes, só algum tempo após a compra é que percebem que poderiam ter obtido o que precisavam gratuitamente.

  • Não é aconselhável para grandes websites
    Se o objetivo do seu site é ter milhares de visitas por dia e ter várias páginas ativas simultaneamente, o Joomla poderá não ser a melhor opção. Apesar de ser uma boa plataforma, é mais aconselhável para sites de pequenas empresas que apenas desejam ter um site profissional e não estão a contar ter milhares de visitas constantemente.

Drupal

Prós:

  • É uma plataforma open source
    Tal como o Joomla, o Drupal é também uma plataforma open source, tendo então as mesmas vantagens associadas.

  • Comunidade
    O Drupal tem uma comunidade de mais de um milhão de membros. Entre eles encontram-se programadores, web designers, UX e UI designers, e simpatizantes da plataforma, que trabalham em conjunto para apoiar os utilizadores nas mais variadas questões.
    Esta comunidade, para além de ajudar os seus membros, contribuiu voluntariamente para a melhoria da plataforma, criando novos módulos e temas.

  • Compatibilidade móvel
    O Drupal tem vários pacotes de temas prontos a serem utilizados que deixam automaticamente o seu website pronto para ser utilizado em dispositivos móveis.
  • Segurança
    Por não depender de plugins gratuitos de terceiros, o Drupal é menos vulnerável a ameaças de segurança. Para além disto, a equipa de segurança da plataforma realiza regularmente testes de segurança para proteger a plataforma contra ciber ataques.

Contras:

  • Complexidade
    Gerir um site feito em Drupal sem o apoio de um desenvolvedor é um verdadeiro desafio. Mesmo tendo uma vasta gama de temas e módulos disponíveis, é necessário saber modificar os temas de forma a atender aos requisitos do seu site.
    Para tal, é necessário ser proficiente em PHP, CSS e HTML. A implementação e customização do Framework do Drupal requer anos de experiência e expertise, pelo que se não tem um desenvolvedor na sua equipa, se quiser avançar com esta opção deverá contratar um.

  • Custos adicionais
    A única maneira de tirar o máximo partido de todo o potencial do Drupal é através de um parceiro Drupal. Como o desenvolvimento do Drupal é extremamente especializado e necessita de conhecimento técnico para configurar a plataforma, o desenvolvimento do seu website pode tornar-se caro muito rapidamente, com custos que podem surgir a meio do processo mesmo após ter aprovado um certo budget para a criação do site.
    Por exemplo, se precisar de um API para fazer com que o seu CMS interaja com outra solução, terá de fazê-lo por si, o que levará a custos adicionais.

Se ainda não ficou esclarecido sobre qual CMS será mais adequado para a sua empresa, se precisar de ajuda ou de algumas dicas, pode sempre falar connosco.